Sevilha – O que visitar em 2 dias?

Sevilha é mesmo aqui ao lado e por vezes esquecemo-nos das maravilhas que temos debaixo do nosso nariz! Destino de eleição quando estamos a precisar de quebrar a rotina, os nuestros hermanos são uma lufada de ar fresco e as ruas e esplanadas da cidade nunca desiludem!

COMO IR?

Fizemos a viagem de carro, seja para passar o fim-de-semana, seja somente para passar um dia. Os hotéis centrais não costumam ter estacionamento, têm acordos com os parques para que estacionemos por um valor mais vantajoso, é aconselhável verificar se o hotel disponibiliza este tipo de serviço ou se terá de estacionar num parque público durante a sua estadia.

ONDE FICAR?

A estadia que mais se destacou quando passámos o fim-de-semana foi no H10 Corregidor Boutique Hotel, que reservámos no Booking. A relação qualidade-preço é excelente, fica mesmo no centro da cidade, perto de bares, restaurantes e lojas e serve um pequeno-almoço muito bom e variado. Destaca-se o pátio típico andaluz com uma fonte, é muito bonito.

O QUE VISITAR?

Nós já visitámos a cidade algumas vezes, fazemos sempre atividades e visitas diferentes, vou listar aqui o que conseguimos visitar em dois dias, mas a cidade é propícia a aproveitar o movimento das ruas e das esplanadas, é quase impossível ignorar o chamamento para nos sentarmos e disfrutarmos de uma caña.

CATEDRAL DE SEVILHA, localizada em pleno centro histórico, é impossível passar despercebida com a sua grandiosidade e beleza arquitetónicas. A maior catedral gótica do mundo data do século XV, como muitas construções da época, foi edificada no local da antiga mesquita  de Sevilha. A torre sineira e parte integrante da catedral é um dos símbolos queridos da cidade, a GIRALDA é também uma visita obrigatória, leva o visitante a subir cerca de 104 metros em altura e oferece uma das melhores vistas da cidade.  Um local de visita obrigatório. Com a entrada na Catedral e na Giralda temos também acesso às sacristias e à sala capitular renascentista, o tesouro, o pátio das laranjeiras e a Igreja de Salvador a 600m da Catedral.


Informações: aberto todos os dias das 11:00 às 17:00, com exceção de segunda que encerra às 15:30 e ao domingo que tem um horário diferenciado das 14:30 às 18:00. Encerra a 1 e 6 de Janeiro e a 25 de Dezembro. Preço 9€ a partir dos 14 

 

REAL ALCAZAR, localizado no centro histórico, mesmo em frente à catedral, encontramos um dos mais belos complexos palacianos do sul de Espanha. Os alcáceres são o expoente máximo da ocupação moura no território espanhol e do seu desaparecimento em prol da imposição cristã e das suas crenças e tendências arquitetónicas. Nestes complexos é possível disfrutar da beleza inigualável da arquitetura árabe com todo o seu pormenor e riqueza, como da austeridade da arquitetura gótica. A mistura de ambas oferece ao visitante uma riqueza incalculável dos nossos antepassados, assim como a possibilidade da coexistência de linhas tão díspares num mesmo espaço. Os jardins também são de visita obrigatória, tem um labirinto enorme que faz as delícias dos mais pequenos.


Informações: aberto todos os dias das 9:30 às 17:00. Preço: entrada geral 11,5€ a partir dos 16 anos. 16,50€ visita geral + quarto real.

PRAÇA DE ESPANHA, localizada no Parque de Maria Luísa, no sul da cidade e mais afastada do centro, foi inicialmente construída para albergar a Exposição Ibero-Americana em 1929. A feira mundial despoletou a construção deste local que ficou como mais um dos símbolos da cidade. O semicírculo de edifícios é atualmente um composto de edifícios governamentais e de museus da cidade. É possível alugar um barquinho a remos e dar um passeio no pequeno canal que acompanha o semicírculo da praça, uma atividade muito apreciada pelos miúdos.

TORRE DO OURO, localizada junto ao rio, data do século XIII e foi construída como ponto de vigia para evitar as possíveis invasões a partir do rio Guadalquivir. O nome do monumento deve-se aos tons dourados que detém quando o sol reflete no rio.


Informações: aberto todos os dias das 09:30 às 18:45, exceto ao fim-de-semana que só abre às 10:30. Preço: 3€ a partir dos 6 anos.

METROPOL PARASOL, localizado na zona histórica da cidade, a maior estrutura de madeira do mundo, foi construída entre 2005 e 2011 com o objetivo de renovar e dinamizar a Praça da Encarnação onde está localizada. A forma da estrutura é inspirada nas abóbadas da catedral da cidade e o percurso que podemos fazer no cimo dos seus 26 metros oferece-nos uma visão de 360º da cidade onde é possível disfrutar de uma das melhores vistas da cidade.


Informações: aberto todos os dias das 09:30 às 23:00 de domingo a quinta e até às 23:30 sexta e sábado. Preço 3€ a partir dos 6 anos.

ARQUIVO GERAL DAS ÍNDIAS, localizado ao lado da catedral, a sua construção data do séc. XVI, mas é no século XVIII que o rei D. Carlos III decide juntar toda a documentação sobre as colónias espanholas num só local. O Arquivo conta com aproximadamente 43.000 documentos, entre eles o famoso Tratado de Tordesilhas.


Informações: aberto todos os dias, de terça a sábado das 09:30 às 17:00, aos feriados e domingos das 10:00 às 14:00. Entrada gratuita.

CASA DE PILATOS, localizada a dez minutos a pé da praça da catedral, a sua construção data do século XVI, é considerado um dos melhores palácios andaluz com influências mouriscas, góticas e renascentistas.


Informações: aberto todos os dias das 09:00 às 18:00 de Novembro a Março e das 09:00 às 19:00 de Abril a Outubro. Preço: 12€. 

REAL MAESTRANZA, localizada perto do rio, é a praça de touros mais antiga do país. É carinhosamente apelidada de catedral de toureio onde é possível assistir aos mais importantes espetáculos tauromáquicos de Espanha, destacando-se os que acontecem na Feira de Abril. Para quem é apreciador de touradas pode tentar assistir a um dos seus espetáculos, para quem não é também é possível visitar a praça pela sua importância histórica e cultural.


Informações: aberto todos os dias das 09:30 às 19:00 de Novembro a Março e até às 21:00 de abril a Outubro. Preço: 8€ adultos, 3€ crianças dos 7 aos 11 anos. 

A cidade oferece também a oportunidade de assistir a um espetáculo de Flamenco, existem imensas opções, é só escolher, ou pedir alguma dica na receção do hotel.
 
Se não conseguir ou não apreciar Flamenco, não se preocupe, as ruas estão cheias de energia e gente preparada para a diversão noturna, Sevilha é naturalmente alegre, sempre em festa, de todas as ocasiões que visitei a cidade, não houve nenhuma em que não encontrei uma festa da cidade, apresentação de rua, procissão, um sem fim de atividades que conferem à cidade uma vibração constante.
 
Sevilha é mesmo aqui ao lado e por vezes vamos só passar o dia, mas quem vem de mais longe ou quer aproveitar para conhecer mais cidades e zonas, é relativamente próximo de outras cidades que poderão conjugar na visita, como Córdoba, Ronda, Marbelha e Málaga.
 
Não mencionei a Ilha Mágica porque para visitarmos este parque temos de reservar um dia inteiro para isso, já visitámos, vale a pena, principalmente com crianças, atualmente também tem um parque aquático que é um oásis no calor abrasador de Sevilha no verão.

Para viajar, basta existir.

Fernando Pessoa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s