Riviera Maya

A Riviera Maya é um destino que consegue agradar a gregos e troianos, tanto nos oferece as paradisíacas praias, como a herança da civilização Maya, uma viagem recomenda-se para miúdos e graúdos, viajantes aventureiros e viajantes com o objetivo de relaxar só fazendo uma ou duas visitas. A nossa viagem foi comprada muito em cima da hora, não houve muita dedicação à pesquisa e planeamento, mas não desiludiu e ficou marcada com uma etiqueta de VOLTAR, no nosso caso, queremos voltar em família e levar os miúdos. Os parques fazem as delícias das crianças e já está na lista de viagens em vista!

QUANDO ir: a melhor altura para uma viagem sem surpresas climáticas é no inverno e primavera, o verão e princípio de outono é geralmente chuvoso e com tendência a ciclones e tempestades.

COMO ir: aproveitámos um pacote de voos+transfers+hotel na GeoStar, viajámos pela Iberia e fizemos escala em Madrid.

ONDE ficar: há uma panóplia de oferta hoteleira, a nossa escolha foi o H10 Oceano Coral & Turquesa, fica localizado entre Cancun e a Playa del Carmen, bem localizado para as visitas mais populares nos arredores. Quartos excelentes, com opção de quartos familiares (na altura não era prioridade), restaurantes temáticos de ótima qualidade e 4 piscinas maravilhosas. O hotel situa-se mesmo em cima da praia.

O QUE fazer: para além de disfrutar do hotel e a praia, fizemos algumas visitas, não tantas como as que gostaríamos, no entanto vou deixar aqui o que vimos e o que não conseguimos ver, mas ficou para uma próxima visita.

PLAYA DEL CARMEN uma das cidades mais movimentadas da região a par com Cancun, banhada pelo mar do caribe, com uma gigantesca oferta de restaurantes e bares, assim como um local para diversão noturna muito popular. Em Playa del Carmen podemos também encontrar a variedade de ofertas para as visitas às atrações da região, assim como aproveitar a badalada 5ª Avenida onde tudo acontece.

A cidade de VALLADOLID, uma cidade que é normalmente visitada a caminho do Chichén Itza, fundada em 1543 por descobridores espanhóis, batizada em homenagem à cidade homónima em Espanha. Uma cidade colonial, extremamente colorida, é muito bonita, vale a pena visitar, a praça central, a igreja, a câmara municipal, normalmente as excursões param nesta cidade para almoçar.

Zona arqueológica de CHICHÉN ITZA: um local que está no imaginário dos visitantes, a pirâmide é impressionante, é o Templo de Kukulkan, não foi possível a subida, pois foi interdita há alguns anos, existem outras zonas arqueológicas em que ainda se poderá subir, mas nós não tivemos oportunidade de visitar. Dentro do recinto ainda podemos ver o campo onde jogavam um desporto na altura e o Templo dos Guerreiros bem mais modesto do que ex-líbris do local. Esta visita é um must do, apesar de cliche, e impressionante dá-nos um pequeno vislumbre do que era a riqueza e exuberância da cultura Maya.

Informações: aberto todos os dias das 8:00 as 17:00, pode-se comprar bilhete no local, aproximadamente 20$.

Zona arqueológica de TULUM: uma póstuma cidade Maya, com uma feliz particularidade, situa-se sob o mar do Caribe, o contraste das ruínas sob o azul turquesa das águas do mar oferece ao local uma paisagem surpreendente.

Informações: aberto todos os dias das 8:00 às 17:00, o bilhete custa aproximadamente 4$.

Parque XEL-HÁ é uma das atrações mais populares das península de Yucátan, este parque natural oferece aos visitantes a experiência de mergulho/snorkeling numa linda enseada no mar do caribe. Terá uma tarde ou dia diferente, o parque oferece uma série de experiência que estão incluídas na entrada ou atividades opcionais que o visitante decide e paga adicionalmente se quiser fazer ou não, como nadar com golfinhos e interação com mantas, entre outros. O parque fica a aproximadamente 100 km de Cancun e 50 da Playa del Carmen, existem várias opções para chegar, autocarro, táxi, carro, em excursão. Muitos visitantes combinam este parque com a visita às ruínas de Tulum.

Informações: aberto todos os dias das 8:00 às 18:00/19:00, o bilhete custa aproximadamente 89$. Uma nota importante: tanto neste como nos outros parques não é permitido utilizar protetor que não seja biodegradável, devido à consciencialização ambiental, existem opções à venda nas lojas do parque.

Parque XCARET  é um parque eco-arqueológico onde a selva e a cultura se fundem na perfeição. Neste parque tem oportunidade de observar vários felinos e animais tropicais, assim como fazer um tour pelos túneis subterrâneos, fazer snorkeling e assistir a um espetáculos das várias culturas regionais do México. Situa-se a 60km de Tulum e a 6 km da Playa del Carmen, podemos chegar nos mais diversos tipos de transporte.

Informações: aberto todos os dias das 8:00 às 22:30, o bilhete custa aproximadamente 89$. Uma nota importante: tanto neste como nos outros parques não é permitido utilizar protetor que não seja biodegradável, devido à consciencialização ambiental, existem opções à venda nas lojas do parque.
 

 

 

Parque DOS OJOS oferece a experiência de 5 cenotes. O que são cenotes? descreve-se como cavidades naturais, um termo Maya que se refere a qualquer local com águas subterrâneas. O parque tem um sistema de cenotes com uma extensão de 82km. Fica localizado entre Playa del Carmen e Tulum, podemos ir nos diversos transportes já mencionados, assim como em excursão, sendo que nesta última modalidade temos muito menos liberdade.

Informações: aberto todos os dias das 8:00 às 17:00, o bilhete depende dos cenotes que queremos visitar. Uma nota importante: tanto neste como nos outros parques não é permitido utilizar protetor que não seja biodegradável, devido à consciencialização ambiental, existem opções à venda nas lojas do parque.

Parque Natural de SIAN KAAN, este local oferece a oportunidade de visitarmos uma reserva natural cujo o nome maya corresponde a Porta do Céu, fica perto de Tulum, foi declarado Património da Humanidade e podemos encontrar múltiplos sistemas ecológicos. Preparado para desportos aquáticos, podemos visitar a torre e ter uma visão panorâmica da reserva, assim como visitar o grande Cenote e mergulhar novamente nessa dimensão subterrânea que a península de Yucátan nos oferece. Segundo dicas e informações de outros blogues e sites é aconselhável visitá-lo com guia, dada a sua enorme extensão de selva, só com guia conseguimos chegar ao cenote, à torre e às surpresas naturais que a reserva oferece.

Informações: aberto todos os dias das 8:00 às 17:00, existem 5 entradas, podemos entrar por qualquer uma, custa aproximadamente 5$.

Infelizmente estas duas últimas atrações não foram visitadas nesta viagem, com toda a certeza visitaremos numa viagem futura, porque planeamos fazer novamente uma viagem ao México em modo família!

O México foi sem dúvida uma viagem de deixar água na boca, é para voltar como já disse anteriormente e desta vez em modo familiar e com mais liberdade de movimentos!

E já sabe: Para viajar, basta existir. Fernando Pessoa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s