Castelo de Almourol – A Fortaleza do Tejo

A estratégica localização deste castelo confere-lhe uma aura de mistério inquestionável, no entanto é na simplicidade da sua construção militar nos primórdios do reino, que se associa este local à Ordem dos Templários ou mais tarde à Ordem de Cristo. A visita é muito agradável, a travessia de barco torna-a ainda mais interessante, onde podemos desfrutar da vista do castelo rodeado de água, imagem muito associada a contos de fadas, dragões e cavaleiros!

COMO IR?

Localizado a 134 km de Lisboa, a maneira mais fácil de lá chegar é de carro, foi como chegámos lá, fácil estacionamento muito perto do cais para entrar no barco que nos leva ao castelo.

O QUE VISITAR?

Este castelo é um dos melhores exemplos que temos em Portugal de arquitectura militar da época, todo imaginário que envolve a Ordem dos Templários ou a Ordem de Cristo é claramente um marco da nossa história sobre a reconquista cristã. Apesar de ter ficado esquecido durante séculos, a sua recuperação deu-se no século XIX e o enigmático castelo oferece-nos uma visita diferente e com vistas magníficas.

Informações: Aberto todos os dias com excepção do período entre 1 de Outubro a 30 de Abril que encerra à segunda-feira. Horário: 10:00 às 13:00 / 14:30 às 17:00 (Novembro-Fevereiro) / 14:30 às 19:00 (Março-Outubro). Preço: 4€. Todas as visitas estão condicionadas às condições do rio Tejo.

Por Carla Elísio

Um dia nas Berlengas

A visita às Berlengas havia sido adiada inúmeras vezes, mas finalmente tivemos oportunidade de conhecer e desbravar mais um pouco do nosso país. O arquipélago das Berlengas é composto por três pequenas ilhas a algumas milhas de Peniche. A visita pode ser feita de várias formas, nós escolhemos uma experiência com lancha rápida, visita às grutas e percurso pedestre com guia, mas também é possível fazer uma visita independente, utilizando somente o transporte para a ilha. Existem várias empresas e horários diários de Abril a Outubro a operarem diversas opções de visita, nós gostámos muito do que fizemos e recomendamos, a Felling Berlenga ofereceu-nos uma perspectiva muito completa da ilha, ficou em falta um mergulho, mas o frio já se fazia sentir e deixamos para outra altura!

QUANDO IR?

As visitas à ilha podem ser feitas de Abril a Outubro, são operadas diariamente com exceção de dias com muita turbulência que não é seguro navegar.

COMO IR?

Existem várias empresas a operar o mesmo género de visitas, é conveniente efetuar a reserva com uns dias de antecedência para garantir o horário pretendido e as atividades desejadas.

O QUE VISITAR?

Nós optámos por uma visita com três experiências, transporte em lancha rápida, visita às grutas em embarcações mais pequenas com um fundo transparente e um percurso pedestre com guia. Ficou em falta um mergulhinho naquelas águas cristalinas, mas um friozinho já se fazia sentir e deixámos para uma outra oportunidade.